AVIAÇÃO MILITAR & DEFESA

Marines treinam como recuperar carcaças de caças F-35

CH-53 leva fuselagem de F-35 enquanto é reabastecido por um KC-130. Foto: Kyra Helwick

Se uma operação de reabastecimento em voo de um CH-53K King Stallion a partir de um KC-130T Hercules já chama a atenção, a foto divulgada pelo US Marine Corps que mostra isso ocorrer enquanto o helicóptero carrega um caça F-35 se torna algo digno curioso o bastante para merecer uma explicação. E o que se vê na cena, fotografada em 24 de abril, é o treinamento de como retirar carcaças de caças de combate de áreas consideradas inadequadas para os seus destroços, como em zonas hostis, onde encontrar o jato abatido pode significar ganho de informações estratégicas.

Neste treinamento, o CH-53K transportou o F-35C chamado de CF-1. Trata-se da primeira aeronave de testes deste modelo, criado para operação em porta-aviões com sistema de catapulta para decolagem e gancho de arrasto para os pousos. Em realidade, era apenas a carcaça: o CF-1 estava sem sistemas de missões, motor e outros equipamentos, além de ter tido parte das asas retiradas.

O voo ocorreu entre a Naval Air Station Patuxent River, no estado de Maryland, e a Joint Base McGuire-Dix-Lakehurst, em  New Jersey. A distância percorrida foi de pouco menos de 300 km. Durante o traslado, ocorreu o reabastecimento em voo com o KC-130T, um procedimento que pode vir a ser necessário em muitas missões de recuperação de aeronaves abatidas ou acidentadas.  

NOVA EDIÇÃO DA ASAS! PRÉ-VENDA!

USE O CUPOM: FRETE GRÁTIS

Carrinho