AVIAÇÃO MILITAR & DEFESA

Marinha recebe quarto AF-1 modernizado

Aeronaves são modernizadas pela Embraer
image_pdfimage_print

A Marinha do Brasil conta agora com quatro AF-1 modernizados em sua frota. No dia 29 a aeronave foi AF-1B N-1008 foi transferida ao setor operacional e já pode cumprir missões tanto na arena ar-ar quanto ar-superfície.

Ao todo, a Marinha deverá receber seis aeronaves modernizadas, sendo três AF-1B monopostos e três AF-1C bipostos. Contudo, um AF-1B foi perdido em um acidente, em julho de 2016.

Todas as aeronaves modernizadas receberam o radar israelense EL/M 2032, que possui os seguintes modos de operação: ar-ar, ar-mar, ar-solo e navegação, e tem como principal tarefa detectar e rastrear alvos aéreos e de superfície, além de fornecer medida de distância ar-solo para o subsistema de pontaria de armas. O radar, no sub-modo TWS (Tracking While Scan), possui capacidade de localizar e rastrear automaticamente 64 alvos, simultaneamente, marítimos ou terrestres. No modo SAR (Abertura Sintética), é possível fazer o mapeamento terrestre em operações de esclarecimento (reconhecimento).

Esses aviões não podem operar a bordo do Porta-Helicópteros Multipropósito (PHM) “Atlântico”. Porém, a embarcação pode utilizar seu radar 3D Artisan 997 para vetorar as aeronaves decolando a partir de uma base terrestre, tanto para missões de defesa aérea quanto ataque.

Sobre o autor

Redação

Comentar

Clique aqui para comentar

Garanta já a sua Edição 114 de ASAS!

Promoção Fim de Ano!

Novidade! Assine ASAS também na Versão Digital!

Parceiros