AVIAÇÃO MILITAR & DEFESA

Meteor deverá equipar novo caça da Coreia do Sul

MBDA Meteor Foto: MBDA

Classificado como um dos melhores mísseis de defesa aérea da atualidade, o Meteor será integrado ao KF-21 Boramae, novo caça da Coreia do Sul. A fabricante do jato, a Korean Aerospace Industries (KAI), assinou um acordo com a produtora do míssil, a europeia MBDA, com foco na integração dos sistemas e cooperação nos esforços de marketing.

O Meteor se destaca por não ter um motor-foguete, e sim uma turbina do tipo ramjet, que o mantém com energia suficiente para fazer manobras mesmo depois de percorrer cerca de 200 km. Isso aumenta consideravelmente a chamada “No Escape Zone”, que alcançaria 60 km. A velocidade máxima no voo chega a Mach 4.

Atualmente, Alemanha, Catar, Croácia, Espanha, França, Grécia, Índia, Itália, Reino Unido e Suécia contam com estoques do míssil, sendo utilizados por caças Rafale, Eurofighter Typhoon e Gripen. O Brasil também está na lista de operadores, ainda que não tenha sido visto ainda nos caças F-39.

KF-21 Boramae. Foto: KAI

Mais armamentos

O acordo entre MBDA e KAI deve ir além. O míssil antinavio Spear e o míssil eve anti-superfície Brimstone, além do Advanced Short Range Air-to-Air Missile (ASRAAM) devem ser integrados ao KF-21 Boramae. Esse pacote de armas também passa a fazer parte do leque de armamentos do FA-50 Golden Eagle.

NOVA EDIÇÃO DA ASAS!

USE O CUPOM: FRETE GRÁTIS

Carrinho