AVIAÇÃO MILITAR & DEFESA

México deve se tornar primeiro operador americano do A400M Atlas

Foto: Tim Felce

A Fuerza Aérea Mexicana está próxima de se tornar a primeira operadora do cargueiro Airbus A400M Atlas no continente americano. A aeronave é avaliada commo opção para reforçar a aviação de transporte do país, hoje limitada a dois C-130K e um L-100-30 para cargas mais pesadas.

O governo mexicano deve fazer o investimento por conta da necessidade logística acarretada em situações de desastres naturais. A compra de C-130J novos ou C-130H foi cogitada, mas o aumento previsto no orçamento de defesa para 2023 deve abrir espaço para a compra do cargueiro europeu.

Oficialmente, até o momento a Fuerza Aérea Mexicana fez à Airbus um pedido formal de cotação para a compra de duas aeronaves. Há a possibilidade, porém, de haver a compra de unidades usadas pela Royal Air Force.

Até momento, o avião é operado pela Alemanha, Bélgica, França, Espanha, Luxemburgo, Malásia, Reino Unido e Turquia. Cazaquistão e Indonésia aguardam o recebimento de suas unidades. Ao todo, já são 178 encomendas para o A400M.

Com quatro motores Europrop TP400-D6 que despejam, cada um, 11.000hp nas hélices de otio pás Ratier-Figeac, o A400M voa a até 781 km/h e pode levar uma carga de 37 toneladas. Seu alcance máximo, sem peso, é de 8.700 km. No solo, pode decolar e pousar em pistas não preparadas de menos de mil metros.

ASSINE A ASAS E GANHE UM ALBUM DE FIGURINHAS: AVIÕES DE GUERRA

USE O CUPOM: FRETE GRÁTIS

Carrinho