AVIAÇÃO MILITAR & DEFESA

Mirage 2000 modernizado utiliza sistema Windows

Foto: Armée de l'air e de l'espace
image_pdfimage_print

A Armée de l’Air et de l’Espace já conta o seu primeiro Mirage 2000D modernizado. Trata-se de uma versão biplace do Mirage 2000 especializada em missões de ataque e reconhecimento.

A primeira entrega ocorreu em 7 de janeiro, antes de o programa ter completado dois anos. A expectativa é de que até 2025 sejam recebidas 55 unidades modificadas.

As fotos divulgadas chamaram a atenção pela imagem da nacela traseira. O operador de sistemas conta com um monitor de grandes dimensões onde está disponível a plataforma Windows, semelhante às utilizadas pelos computadores pessoais.

Mirage 2000D

A modernização é realizada pela Dassault em parceria com o Atelier Industriel de l’Aéronautique (AIA), em Clermont-Ferrand. As principais mudanças envolvem melhorias nos sistemas de ataque, comunicação e navegação, mas também foi ampliada a capacidade de auto-defesa ar-ar.

Entre as novidades estão a possibilidade e levar as bombas de precisão SAGEM AASM e Thales BAT-120 GL, além dos mísseis ar-ar MICA. Os Mirage 2000D modernizados também utilizarão o pod de designação de alvos Thales Talios, em substituição ao Damocles.

A nacela dianteira é mais convencional

O planejamento é que essas 55 aeronaves se mantenham em serviço ativo até, pelo menos 2030. As demais 13 unidades do Mirage 2000D que não vão passar pela modernização devem ser vir como fontes de peças. Também estão em serviço cerca de 50 caças Mirage 2000 C, B e -5, sendo que os últimos C serão aposentados ainda em 2021.

Visite a loja da Editora Rota Cultural e veja nosso acervo de
livros, edições da revista ASAS e produtos ligados à aviação!

Lançamento! ASAS 117

O Voo do Impossível

Parceiros