AVIAÇÃO MILITAR & DEFESA

Mísseis BVR e drone de reconhecimento são prioridades para a FAB

Os testes do Gripen de nova geração com o Meteor foram finalizados em 2018
image_pdfimage_print

Com a iminente entrada em serviço dos caças F-39 Gripen, uma das novas prioridades da Força Aérea Brasileira é a obtenção de novos mísseis BVR (do inglês Beyond Visual Range) guiados por radar ativo e capazes de atingir alvos manobráveis a longas distâncias, mesmo em um cenário de interferência eletrônica. Outra prioridade é o drone chamado pela sigla ARP-REC, uma aeronave remotamente tripulada a ser desenvolvida pela indústria nacional para missões de reconhecimento a grandes altitudes e longo alcance, sendo controlada por satélite.

As duas prioridades foram apresentadas hoje pelo Comandante da Aeronáutica, Tenente-Brigadeiro do Ar Antonio Carlos Moretti Bermudez, durante o Seminário de Defesa Nacional, organizado pelo Ministério da Defesa. Outros projetos considerados estratégicos são a aquisição dos F-39 Gripen, o KC-390, a modernização dos aviões-radar E-99M, o datalink nacional e até a transformação do Campo de Provas Brigadeiro Veloso em um estante operacional capaz de receber testes de todos os tipos de armamentos.

Ao longo de 3h30 de seminário, os Comandantes da Marinha, do Exército e da Força Aérea, além do Ministro da Defesa, apresentaram os principais projetos das Forças Armadas.

Confira abaixo a fala do Comandante da Aeronáutica:

Visite a loja da Editora Rota Cultural e veja nosso acervo de
livros, edições da revista ASAS e produtos ligados à aviação!

Garanta já a sua Edição 114 de ASAS!

Promoção Fim de Ano!

Novidade! Assine ASAS também na Versão Digital!

Parceiros