AVIAÇÃO MILITAR & DEFESA DOS ARQUIVOS DE ASAS

Musal receberá jato de reconhecimento da FAB

Diferente dos R-35A, os R-35AM não possuem câmeras fotográficas
image_pdfimage_print

Após 11 mil horas de voo em missões de reconhecimento fotográfico, o R-35 com matrícula FAB 6000 fará um último voo até o Campo dos Afonsos, no Rio de Janeiro (RJ), e passará a fazer parte do Museu Aeroespacial (MUSAL). Versão militarizada do jato executivo Gates Learjet 35, a aeronave estava em serviço desde 1987.

A FAB adquiriu três aeronaves Learjet 35 para desempenhar a missão de reconhecimento fotográfico. O Esquadrão Carcará operou os jatos em substituição aos RC-130 Hércules. Ao longo de 30 anos os R-35 tiveram como sede a Base Aérea do Recife, tendo sido transferidos para Anápolis (GO) em janeiro de 2017, com a mudança de sede do esquadrão.

O Esquadrão Carcará continuará suas operações com as suas três aeronaves R-35AM, versão equipada com sensores DR-3000, de inteligência eletrônica. Já o 6º Esquadrão de Transporte Aéreo, de Brasília (DF), opera a versão de transporte do Learjet 35, designada U-35.

Visite a loja da Editora Rota Cultural e veja nosso acervo de
livros, edições da revista ASAS e produtos ligados à aviação!

Lançamento! ASAS 118! Garanta já a sua na pré-venda!

O Voo do Impossível

Parceiros