AVIAÇÃO MILITAR & DEFESA

Porta-aviões britânico será comandado por uma mulher

HMS Queen Elizabeth no Oman. Foto: Rich Denton

Pela primeira vez, a Royal Navy terá uma mulher no comando de um dos seus navios mais importantes. A partir de janeiro de 2025, a comandante Claire Thompson assumirá a função no HMS Queen Elizabeth. Vale lembrar que 35 anos atrás a força naval britânica, uma das mais prestigiadas no mundo, não permitia mulheres em funções embarcadas.

Claire Thompson ingressou na Royal Navy em 2005 e tem passado boa parte da sua carreira em funções embarcadas. Depois de passar por várias embarcações, ela está atualmente no comando da HMS Montrose, fragata apontada como a mais eficiente em 2022.

Já o HMS Queen Elizabeth, atualmente em reparos, está em serviço desde o fim de 2017. Com 284 metros de comprimento e deslocamento total de 72 mil toneladas, o porta-aviões leva até 36 aeronaves, entre caças stealth F-35B Lightning II e helicópteros Merlin, Wildcat, Apache e Chinook.

Sobre o autor

Humberto Leite

Comentários

Clique aqui para comentar

NOVA EDIÇÃO DA ASAS!

USE O CUPOM: FRETE GRÁTIS

Carrinho