AVIAÇÃO MILITAR & DEFESA

Rússia divulga destruição de jatos ucranianos

MiG-31 russo em voo durante missão na Ucrânia Imagem: Ministério da Defesa da Rússia

A Força Aérea da Rússia partiu para o ataque. O Ministério da Defesa anunciou que hoje (27 de outubro), um jato de ataque Sukhoi Su-24 ucraniano foi abatido por um MiG-31 BM. Dois dias antes, um MiG-29 da Ucrânia também teria sido vítima dos caçadores russos. As missões exploraram a capacidaed look down / shoot down dos interceptadores.

O vídeo do provável abate do Su-24 não mostra o disparo, porém a aeronave decola com dois mísseis RVV-BD e dois RVV-SD sob as asas, voltando com apenas um RVV-SD. A arma tem um alcance máximo de 110 km. O site Izvestia teria entrevistado o piloto que fez o kill, e ele alegou que a tripulação do Su-24 até tentou manobrar para escapar do míssil, porém sem sucesso.

Os combates teriam ocorrido sobre a região do Donbass, área disputada pelos dois países. A presença dos interceptadores MiG-31 é reforçada por aviões AWACS Beriev A-50, que têm atuado na detecção de aeronaves ucranianas em voo a baixa altura. No histórico do conflito, um Su-25 também teria sido vítima dos MiG-31 BM, versão equipada com o radar Zalson AM.

MiG-31 BM da Força Aérea da Rússia

O Ministério da Defesa russo também divulgou imagens de um ataque a helicópteros em Donetsk e da destruição de armas de origem ocidental, entre projéteis do sistema HIMARS e mísseis HARM, abatidos por antiaérea. Foram ainda reveladas operações de ataque com aeronaves Su-25 e Su-34.

Quer conversar sobre assuntos de aviação? Então confira a dica abaixo:

NOVA EDIÇÃO DA ASAS! PRÉ-VENDA!

USE O CUPOM: FRETE GRÁTIS

Carrinho