AVIAÇÃO MILITAR & DEFESA

Suécia não confirma doação de Gripen, mas vai enviar aviões-radar para a Ucrânia

Os rumores de a Suécia, recém-admitida como país-membro da Organização do Tratado do Atlântico Norte (OTAN), repassar caças JAS-39C/D Gripen para a Ucrânia não se confirmaram até o momento. Porém, o ministro da defesa sueco, Pål Jonson, anunciou o envio de dois aviões-radar Saab 340 AEW&C.

De acordo com o ministro, em conversas com outros aliados que estão fornecendo caças à Ucrânia, o par de aviões AEW&C pode trazer um impacto maior no campo de batalha, sobretudo por ampliar a capacidade de comando e controle da Ucrânia, com meios aéreos até agora indisponíveis. Em termos de radar e sistemas, os Saab 340 AEW&C são semelhantes aos E-99 em serviço com a Força Aérea Brasileira, mas são menos velozes.

Não foi anunciado quando os aviões-radar serão disponibilizados para a Ucrânia, isso dependendo ainda do treinamento de militares ucranianos, tanto da manutenção, quanto na operação dos equipamentos. As aeronaves entraram em serviço entre 1994 e 1999, ainda sendo fundamentais para a defesa do espaço aéreo da Suécia.

Com a doação, os suecos devem repetir o que outros países da OTAN têm feito: doado equipamento mais antigo e acelerar os próprios planos de reequipamento. O governo da Suécia deve, dessa forma, incluir mais dois pedidos na compra do GlobalEye, nova plataforma AEW&C da Saab que tem como base o jato Bombardier Global 6000.

NOVA EDIÇÃO DA ASAS!

USE O CUPOM: FRETE GRÁTIS

Carrinho