AVIAÇÃO MILITAR & DEFESA

Tu-22M3 realizaram 47 ataques contra o Estado Islâmico

A Rússia confia tanto no Tu-22 que uma nova versão do bombardeiro já foi lançada
image_pdfimage_print

Em missões que chegam a 2,5 mil quilômetros de distância percorrida, bombardeiros Tu-22M3 da Força Aérea Russa já realizaram 47 ataques contra alvos do Estado Islâmico desde o início da intervenção russa no conflito sírio. Um total de 215 alvos terroristas foram destruídos, segundo o Ministério da Defesa da Rússia.

De acordo com os dados divulgados,  o resultado dos ataques aéreos e do uso de mísseis de cruzeiro foi a destruição de 121.466 alvos terroristas, incluindo 970 acampamentos, 20.513 postos de vigilância, 9.941 armazéns de munições e combustíveis, 649 tanques, 731 veículos de combate de infantaria, 8.927 veículos com armas antiaéreas. Teriam sido liquidados 830 chefes de grupos terroristas e mais de 86 mil militantes.

A Rússia interviu militarmente no conflito em 30 de setembro de 2015, quando o governo de Bashar al-Assad detinha o controle de 8% do território. Hoje, o índice seria de 96,5%.

Sobre o autor

Redação

Comentar

Clique aqui para comentar

Garanta já a sua Edição 114 de ASAS!

Promoção Fim de Ano!

Novidade! Assine ASAS também na Versão Digital!

Parceiros