AVIAÇÃO MILITAR & DEFESA

Ucrânia vai receber 85 caças F-16, mas prazo preocupa

F-16 da Bélgica. Foto: Peter Gronemann

A Ucrânia já tem promessas para receber 85 caças F-16 dos seus aliados europeus. Serão 30 unidades da Bélgica, 24 dos Países Baixos (Holanda), 19 da Dinamarca e 12 da Noruega. A questão é o prazo: a doação belga é prometida para ser iniciada ainda este ano, mas concluída só em 2028, prazo em que possivelmente o conflito contra a Rússia já terá sido encerrado.

Apesar das declarações públicas de apoio ao governo de Volodymyr Zelensky, estas nações europeias têm traçado planos de transferência de seus F-16 usados mais relacionados ao recebimento dos seus novos F-35 Lightning II que necessariamente conforme as necessidades da Ucrânia. Enquanto isso, na linha de frente, os pilotos de caça ucranianos continuam se valendo dos MiG-29 remanescentes.

Desde 2022, a Ucrânia pede por caças a serem doados por nações da Organização do Tratado do Atlântico Norte (OTAN). Chegou-se a comentar sobre a possibilidade de serem repassados novos F-35, porém, na prática, primeiro houve transferências de caças MiG-29 e jatos de ataque Su-25. Somente neste ano começou-se a tratar sobre a doação de jatos F-16 usados, e ainda com restrições: a Bélgica, por exemplo, tem como exigência que os caças transferidos operem exclusivamente em território ucraniano.

NOVA EDIÇÃO DA ASAS!

USE O CUPOM: FRETE GRÁTIS

Carrinho