AVIAÇÃO COMERCIAL & PRIVADA

Com acordo, Aeroclube de SP não sairá do Campo de Marte

O Aeroclube de São Paulo funciona no Campo de Marte, na capital paulista. Foto: Ariadne Barroso

Uma vitória do diálogo. O Aeroclube de São Paulo não será mais despejado do Aeroporto Campo de Marte, em São Paulo. O prazo dado pela Justiça era que a desapropriação deveria ocorrer até o dia 13 de junho deste ano, mas as negociações com a Infraero foram bem sucedidas.

O motivo da desapropriação eram irregularidades contratuais alegadas pela Infraero em um processo que se arrastava desde 2017. Em nota lançada em maio deste ano, a empresa pública esclarecia que uma das irregularidades era o funcionamento do Bar Brahma, que funcionava aberto ao público quando o Aeroclube de São Paulo só poderia manter um restaurante de atendimento aos associados. Outra irregularidade apontada pela Infraero era que o caráter vitalício do Termo de Cessão, firmado em 1981, estava em desacordo com a legislação atual, que exige que contratos com entidades públicas não podem firmar acordos com prazo de validade indeterminado.

Marcos Pereira, Diretor secretário do aeroclube, frisou para a Revista Asas que a postura do Aeroclube de São Paulo era de conciliação. A atual diretoria do aeroclube se mostrou disposta a negociar com a Infraer a assinatura de um novo contrato e, portanto, a permanência no Campo de Marte.

E, conforme anunciado no final da tarde desta quarta-feira (12 de junho), a negociação foi bem sucedida. O Aeroclube também citou a atuação e apoio do Senador Major Olímpio e dos Deputados Federais Coronel Tadeu  e  Eli  Corrêa  Filho.

Veja a nota do Aeroclube de São Paulo na íntegra:

AGRADECIMENTO

Primeiramente  agradecemos  à  Presidência  e  Direção  da  INFRAERO,  ao  Secretário  de  Aviação  Civil  Ronei  Saggioro  Glanzmann,  ao  Ministro  Tarcísio  Gomes  de  Freitas,  por  compreenderem a importância de nossa existência para a formação de pilotos, atuação na seara educacional e as necessidades de nossa comunidade neste complicado momento da aviação brasileira.

Manifestamos nossa gratidão ao Senador Major Olímpio, aos Deputados Federais Coronel Tadeu  e  Eli  Corrêa  Filho,  por  trazerem  ao  conhecimento  público  as  indesejáveis  consequências da falta de um posicionamento político claro frente aos desafios vividos por aviadores, escolas, aeroclubes e o próprio Aeroporto Campo de Marte. Estamos certos de  contar  com  o  apoio  das  autoridades  na  busca  por  soluções  perenes  para  a  aviação  brasileira, com a implantação de políticas e incentivos à formação de pilotos da aviação civil.

Explicitaremos em breve nosso agradecimento às pessoas e entidades, incluindo outros aeroclubes,  que  oxigenaram  nosso  otimismo  com  o  coleguismo  e  espírito  colaborativo  dentro da aviação, nos oferecendo abrigo e apoio.

Por fim, não menos importante, as manifestações, incentivos, colaboração e solidariedade de  nossa  própria  comunidade  de  associados,  que  na  soma  de  esforços  encontrou  um  caminho para a continuidade da instituição e o alinhamento de todos frente a nosso papel histórico na formação de profissionais e o incentivo à atividade aeronáutica.

Entretanto, esta nova forma de se relacionar junto aos entes políticos e a realidade atual de nossa permanência no Aeroporto Campo de Marte nos remete a um grande desafio de viabilidade e profunda mudança na forma de gestão, no qual a participação de todos os funcionários,  associados  e  da  comunidade  será  essencial  para  o  sucesso  de  mais  esta  empreitada. A atual Diretoria Executiva do Aeroclube de São Paulo encara os desafios de transformar o modelo de atuação da instituição frente a esta nova realidade.

AOS ALUNOS

Todos os compromissos assumidos com a formação nos cursos teóricos e práticos serão atendidos normalmente. Convidamos todos a conhecer e a se matricular em nossos cursos teóricos e práticos para novas turmas da escola mais conhecida do Brasil. Incentivamos nossos  alunos  a  aproveitarem  o  momento  para  realizar  seus  voos  normalmente  e  nos  ajudar a trazer ainda mais alunos a aprender ou se aperfeiçoar voando em nossa escola e na terminal mais complexa do país.

AOS ASSOCIADOS

A  recém  empossada  Diretoria  Executiva  inicia  uma  nova  fase  com  o  desafio  de implementar   profundas   mudanças,   indispensáveis   à   sobrevivência   da   Associação,   adequando-a a um novo cenário de mercado e criando uma melhor cultura aeronáutica. Contamos  com  o  apoio  irrestrito  de  todos  para,  na  atual  liderança,  conduzirmos  as  mudanças fundamentalmente necessárias à perpetuação de nossa sobrevivência.Em breve realizaremos uma nova assembleia geral para apresentar os planos de ação de continuidade de nossa instituição e contamos com o apoio de todos na conquista de mais associados para dar força ao nosso Aeroclube.

À IMPRENSA

Convidamos  todos  os  canais  de  comunicação  a  conhecerem  nossa  instituição  e  mais  valiosos  ativos:  nossos  alunos  e  colaboradores.  O  Aeroclube  de  São  Paulo  soma  ricas  histórias que servem de motivação para centenas de pessoas na busca pelo mesmo sonho de Alberto Santos Dumont, o sonho de voar.É  importante  dar  visibilidade  ao  resultado  do  trabalho  de  milhares  de  pessoas  que  fizeram parte de nossa história e trazer esta entidade sem fins lucrativos ao centro das ações turísticas e culturais da cidade de São Paulo.

AOS NOSSOS FUNCIONÁRIOS, COLABORADORES E FORNECEDORES

Temos  à  nossa  frente  um  grande  desafio  de  adaptação,  empenho  e  profissionalismo. Somos gratos pela honra de tê-los a nosso lado depois das recentes dificuldades. A atual Diretoria  Executiva  não  tem  dúvidas  que  temos  um  voo  turbulento  à  frente,  mas  que  conquistaremos a autonomia e voo ascendente que sempre buscamos.

Visite a loja da Editora Rota Cultural e veja nosso acervo de livros, edições da revista ASAS e produtos ligados à aviação!

Sobre o autor

Redação

Comente

Clique aqui para comentar

PROMOÇÃO ASAS

PROMOÇÃO ASAS

Lançamento!

Lançamento!

SAAB

SAAB

Últimas notícias

Parceiro

Fórum ASAS

Carrinho