ARTE, CULTURA & LAZER

AMX é tema de abertura da segunda temporada de “Asas e História”

Jatos AMX da Itália. Foto: Carlos Menendez San Juan

A segunda temporada de “Asas e História” estreia neste sábado, 10 de fevereiro, às 10h45, na TV Cultura, com representação às 11h de domingo, com um episódio sobre uma aeronave de grande relevância para o Brasil: o AMX. Desenvolvido pela Embraer, o jato de ataque foi um marco para a indústria aeroespacial e para a Força Aérea Brasileira (FAB).

O seu projeto teve origem na Itália, com a Aermacchi e Aeritalia, às quais se uniu à Embraer, e trouxe para a fabricante brasileira e para a nossa aviação um mundo de tecnologias então inéditas, indo desde uma eletrônica de bordo totalmente integrada até controles de voo digitais, da pilotagem, assistidos por computador. A empresa brasileira não só participou do desenvolvimento como também fabricou o avião, permitindo que também se “aprendesse” a produzir em série um avião tão avançado.

Na FAB, o AMX, designado A-1, se destacou por ter representado um salto operacional, com ganho de precisão no ataque ao mesmo tempo em que demonstrou ter capacidades de autodefesa capazes de fazer o pequeno avião sobreviver a missões de extrema dificuldade. Seu alcance também significou a possibilidade de realizações ataques antes impossíveis.

Harrier da Royal Air Force. Foto: Mark Dixon

Do Atlântico Sul ao inverno da Rússia

A cada fim de semana, o programa “Asas e Histórias” trará um material rico sobre um avião ou helicóptero. No segundo episódio, que vai ao ar em 17 de fevereiro, o público conhece o caça britânico BAe Harrier – um avião de combate a jato criado em plena Guerra Fria famoso por poder pousar e decolar verticalmente, e assim operar mesmo sem o apoio de uma pista de pouso.

Versões distintas do Harrier operaram com forças armadas dos Estados Unidos, Itália, Espanha, Tailândia e Índia. O modelo acabou mundialmente famoso em 1982, durante a Guerra das Malvinas, quando conseguiu superar os caças argentinos.

Ao longo dos outros 24 episódios, o público vai conhecer os jatos civis que revolucionaram o transporte de passageiros no Brasil e no resto do mundo; os jatos executivos, helicópteros capazes de operar desde o Ártico até o Deserto do Saara; e diversas outras aeronaves que marcaram os céus do mundo. Entre elas estão o DHC-5 Buffalo, famoso pela operação na floresta amazônica; o jato executivo  Embraer Phenom; e o bombardeiro estratégico russo  Tupolev Tu-22M3 Backfire.

USE O CUPOM: FRETE GRÁTIS

NOVA EDIÇÃO DA ASAS!

Carrinho