AVIAÇÃO COMERCIAL & PRIVADA

Anvisa decide desobrigar uso de máscara em aviões e aeroportos

Movimentação de aviões comerciais no aeroporto de Brasília. Foto: Marcelo Camargo - Agência Brasil

Adotada em 2020, a obrigatoriedade do uso de máscaras de proteção facial em aeroportos e aeronaves deixará de valer no Brasil. Os cinco diretores da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) foram unanimes em votar nesta quarta-feira (17 de agosto) pelo fim da obrigatoriedade.

O uso de máscara permanece como uma medida de proteção individual, a ser adotada por quem desejar. As companhias aéreas também deverão informar que as máscaras continuam recomendas, especialmente para pessoas vulneráveis, como doentes e idosos.

Embarque no Aeroporto de Brasília. Foto: Marcelo Camargo – Agência Brasil

A Anvisa ainda mantém regras específicas para o combate à covid-19, como procedimentos de desinfecção, disponibilização de álcool em gel e o desembarque por fileiras. Em maio, já havia sido liberado o serviço de bordo em aeronaves.

Estados Unidos, França, Reino Unido e Portugal fazem parte da lista de países onde o uso de máscaras já não era mais obrigatório. Por aqui, a Anvisa justifica a mudança das regras por conta da melhoria do cenário epidemiológico da covid-19.

NOVA EDIÇÃO DA ASAS!

USE O CUPOM: FRETE GRÁTIS

Carrinho