AVIAÇÃO MILITAR & DEFESA

Apoio a yanomamis revela capacidade da FAB de realizar lançamentos

Uma capacidade necessária para tempos de conflitos tem feito a diferença no apoio das forças armadas aos indígenas de comunidades yanomamis, em Roraima. Em um mês, aeronaves da Força Aérea Brasileira realizaram o lançamento de 135 toneladas de materiais na região, incluindo cestas básicas, material para manutenção da pista de pouso, água envasada e combustível.

As ações de preparação e lançamento são realizadas por equipes do Exército e da Força Aérea. O destacamento do Batalhão de Dobragem, Manutenção de Pára-quedas e Suprimento pelo Ar (B DOMPSA), da Brigada de Infantaria Paraquedista (Bda Inf Pqdt), com sede no Rio de Janeiro, e o 1° Esquadrão do 15° Grupo de Aviação (1º/15º GAV – Esquadrão Onça) atuam dia e noite para garantir o fluxo logístico ininterrupto da operação.

As equipes do B DOMPSA e o Esquadrão Onça já realizaram o lançamento de 296 cargas que variam de 227 a 1000 quilos cada. Foi realizado, em 19 fevereiro de 2023, um lançamento múltiplo inédito de 8 cargas simultâneas de um C-105 Amazonas, aproveitando toda capacidade de carga dessa aeronave. Para garantir o sucesso dos lançamentos, os equipamentos empregados são manutenidos no Rio de Janeiro.

1.000 horas de voo

Nesta quinta-feira, o Comando Operacional Conjunto Amazônia registrou as 1.000 horas de voo, cumpridas pelas aeronaves A-29 Super Tucano, E-99, R-99, C-98 Caravan, KC-390 Millennium, C-105 Amazonas, H-60 Black Hawk e H-36 Caracal, da FAB; o HM-2 Black Hawk e HM-4 Jaguar do Exército Brasileiro (EB); e o UH-15 Super Cougar da Marinha do Brasil (MB). Vale lembrar que o H-36, o HM-4 e o UH-15 são aeronaves praticamente idênticas, adquiridas no contexto de um projeto de reequipamento conjunto das Forças Armadas.

USE O CUPOM: FRETE GRÁTIS

NOVA EDIÇÃO DA ASAS!

Carrinho