AVIAÇÃO MILITAR & DEFESA

Após críticas, Portugal divulga missão noturna de drone nacional

image_pdfimage_print

A Força Aérea Portuguesa realizou no dia 7 de outubro, a partir da Base Aérea N.º11 (BA11), em Beja, um voo noturno com uma aeronave não tripulada de decolagem e pouso vertical (VTOL) Ogassa OGS42, fabricada em Portugal. A missão foi o monitoramento de um incêndio.

Ao todo, Portugal adquiriu doze unidades da empresa UAVision ao custo de 4,5 milhões de euros. Os valores não são questionados, mas o prazo de recebimento e de entrada em serviço acabou sofrendo críticas públicas porque as aeronaves não tiveram como atuar durante o período mais intenso de incêndios florestais, entre 1º de julho e 30 de setembro. A oposição do governo aponta que as aeronaves serviram mais como propaganda do que efetivamente como uma contribuição para o país.

Em 2014, o lançamento do drone AR4 para a Marinha de Portugal acabou se tornando viral na internet pelo fato de o equipamento ter falhado na decolagem inaugural, após voar por cerca de dois segundos.

Visite a loja da Editora Rota Cultural e veja nosso acervo de
livros, edições da revista ASAS e produtos ligados à aviação!

Garanta já a sua Edição 114 de ASAS!

Promoção Fim de Ano!

Novidade! Assine ASAS também na Versão Digital!

Parceiros