AVIAÇÃO MILITAR & DEFESA

Áudios de pilotos de F-16 da USAF revelam surpresa com “balão” abatido

Foto: Tiffany Del Oso / USAF

O áudio das comunicações dos pilotos de F-16 que destruíram um objeto voador não identificado sobre o Lago Huron, na fronteira dos Estados Unidos com o Canadá, revela a indefinição do que seria o alvo. Ainda assim, um míssil AIM-9X Sidewinder foi usado para a destruição, a aproximadamente seis mil metros de altura às 10h30 de domingo (12).

“Eu realmente não chamaria isso de balão… não sei o que… posso ver com meus olhos”, diz um dos pilotos. “Parece algo… há algum tipo de objeto que está distendido… é difícil dizer, é bem pequeno”. “Vou chamá-lo de balão”, acrescenta um dos pilotos mais tarde. Eles tiveram dificuldades em descrever o objeto tanto por conta da sua baixa velocidade quanto pelo tamanho, comparável a um carro.

Pelo menos um dos caças conseguiu travar o alvo em seu radar, a cerca de 5,5 km de distância. O reconhecimento visual ocorreu primeiro com um pod Sniper e posteriormente com os próprios olhos, a cerca de 1,5 km. O Pentágono confirmou que os alvos identificados nas últimas semanas são de difícil detecção.

A missão foi realizada por caças F-16 CM da 148th Fighter Wing “Bulldogs”, baseados em Madison, no Wisconsin. Um reabastecedor KC-135 e um E-3 AWACS também participaram da atividade.

NOVA EDIÇÃO DA ASAS!

USE O CUPOM: FRETE GRÁTIS

Carrinho