AVIAÇÃO MILITAR & DEFESA

Aviadora conclui curso de pilotagem tática do Exército Brasileiro

Mariana de Bustamante Fontes. É este o nome da primeira mulher a concluir o Curso de Pilotagem Tática, do Exército Brasileiro, que envolve missões como voo tático, tiro e combate ar-ar com o uso da aeronave HA-1 Esquilo. Ela é aviadora da Força Aérea Brasileira (o Exército ainda não conta com mulheres no quadro de pilotos), tem o posto de Tenente e já comandava helicópteros H-60 Blackhawk a partir da Base Aérea de Manaus.

Para a Tenente Mariana, essa é mais uma oportunidade de se especializar na aviação de asas rotativas. “É uma possibilidade de agregar muito para a interoperabilidade. Foi algo marcante não só para mim, mas para as duas Forças, afinal Exército e Força Aérea precisam voar na ala”, afirmou.

A turma, que teve sua formatura no início de dezembro, contou com dois aviadores da Marinha do Brasil (MB), 16  do Exército e dois da FAB, incluindo a mulher pioneira. Foram 11 semanas de instruções teóricas e práticas de pilotagem tática, manobrabilidade de fração de helicópteros, voo de ,montanha, entre outras. O treinamento é todo realizado em aeronaves HA-1, versão do Esquilo armada com metralhadoras e foguetes. A instrução continua em 2024 com o Curso de Piloto de Combate.

O Comandante do Centro de Instrução de Aviação do Exército (CIAVEx), Coronel Luiz Marcelo Chan Fock de Oliveira, comentou a formação de novos pilotos especializados. “A conclusão com aproveitamento de pilotos da Força Aérea e da Marinha do Brasil comprovam que estamos no rumo certo e todos poderão defender a pátria juntos, caso assim seja necessário”, afirmou.

NOVA EDIÇÃO DA ASAS!

USE O CUPOM: FRETE GRÁTIS

Carrinho