ARTE, CULTURA & LAZER

Brasil celebra os 150 anos de nascimento de Santos Dumont

Hoje, 20 de julho de 2023, o Brasil e o mundo comemoram os 150 anos de nascimento do “Pai da Aviação”, uma figura que marcou o século XX e se mantém como único até hoje. As homenagens a Alberto Santos Dumont, contudo, não ocorreram apenas hoje.

Uma cidade, dois aeroportos, 55 bairros e 743 ruas, avenidas, praças, rodovias e alamedas foram batizadas com o nome de Santos Dumont, no Brasil. Há homenagens também no exterior, como o caso da Rue Santos Dumont, em Paris. Por aqui, escolas, institutos, fundações e organizações também homenageiam este brasileiro protagonista de incontável número de livros que exploram as múltiplas facetas de seu trabalho em vida.

Retratado como um homem esguio, discreto e de pouca fala, o brasileiro que cresceu com o sonho de tornar real as “máquinas voadoras” dos livros de ficção de Júlio Verne revolucionou o mundo com suas inovações. São marcas vivas até hoje. Curiosamente, Alberto Santos Dumont nunca registrou seus inventos. Sonhava com uma nova forma de transporte que aproximasse culturas e, conhecendo-se melhor, as pessoas evitassem os conflitos.

Pensava também em encurtar distâncias, como estampa o jornal O Estado de São Paulo em 1906 uma conversa com o inventor. “Na América, principalmente, onde há deficiência de estradas de ferro, é que o aeroplano poderá prestar relevantíssimos serviços, mas não só como meio de transporte postal, mas ainda como veículo de passageiros”, previa Santos Dumont há mais de um século.

As invenções dele ocorreram em meio às transformações que a energia elétrica, o automóvel e o telefone causavam na sociedade. A criatividade e a dedicação até às últimas consequências, testando ele mesmo os dirigíveis e os aviões que projetava, colocaram Santos Dumont referência mundial.

(Adaptado da reportagem de Jussara Peccini, publicada na Revista Aerovisão Nº 249)

USE O CUPOM: FRETE GRÁTIS

NOVA EDIÇÃO DA ASAS!

Carrinho