AVIAÇÃO MILITAR & DEFESA

Caças do Japão fizeram 725 interceptações em um ano

Foto: Benjamin W. Stratton
image_pdfimage_print

A Kōkū Jieitai ((航空自衛隊), nome oficial da Força Aérea do Japão, realizou 725 interceptações de aeronaves estrangeiras entre 1º de abril de 2020 e 31 de março de 2021. O número foi oficialmente revelado no último dia 9 pelo Ministério da Defesa do país.

A surpresa é que 725 interceptações, na realidade, representou uma queda de 23% comparado ao mesmo período de 2019-2020. Naquele caso, foram 947 interceptações, sendo, em ambos os casos, cerca de 2/3 de aeronaves chinesas e 1/3 de russas. Para fins de comparação, ao longo de 2019 toda a OTAN realizou “apenas” 430 interceptações de aeronaves russas ao longo de 2019.

LEIA TAMBÉM: Japão planeja novo caça para 2035

No Japão, a maior parte desse trabalho fica por conta dos cerca de 200 F-15J e DJ em serviço, versões produzidas sob licença pela Mitsubishi. Há também mais cerca 80 Mitsubishi F-2, baseados no F-16. O Japão também já conta com um esquadrão de caças stealth F-35A. O país atualmente analisa se o F-35 é adequado para a tarefa diária ou se é melhor preservá-lo para outras missões.

Visite a loja da Editora Rota Cultural e veja nosso acervo de
livros, edições da revista ASAS e produtos ligados à aviação!

Lançamento! ASAS 118! Garanta já a sua na pré-venda!

O Voo do Impossível

Parceiros