AVIAÇÃO MILITAR & DEFESA

EUA vão manter Harrier em serviço até 2029

Foto: John Taucher

O US Marine Corps (USMC) decidiu: apesar de já ter até realizado missões reais com seus novos F-35B Lightning II, seu braço aéreo continuará com os caças AV-8B Harrier II até 2029. Mais: as aeronaves vão receber melhorias para se manterem atualizadas no período. Hoje, há 124 AV-8B Harrier II na ativa, incluindo 16 TAV-8B, de treinamento. Eles estão divididos em quatro esquadrões operacionais e um de formação de novos pilotos.

Para se manter operacionais até o fim da década, as aeronaves vão receber aviônicos mais modernos e versões atualizadas dos softwares, o que vai permitir levar os mísseis AIM-9X Sidewinder Block II e os AIM-120C AMRAAM, além de novos datalinks, equipamentos de navegação ADS-B e capacetes com mira. Além das bases em terra, os aviões podem embarcar nos navios de assalto anfíbio da US Navy.

LEIA TAMBÉM: Há 10 anos, crise econômica abateu frota britânica de Harrier

LEIA TAMBÉM: F-35B irá operar com porta-aviões de mais um país

Há mais de dez anos, os britânicos retiraram seus Harrier de serviço por conta de dificuldades financeiras. O resultado é que 72 das aeronaves foram vendidas para o USMC, ainda em bom estado. Espanha e Itália também ainda operam o Harrier em seus porta-aviões, porém os italianos já iniciaram a transição para o F-35B.