AVIAÇÃO MILITAR & DEFESA

Caças F-16 interceptam avião de pequeno porte sobre NY

Foto: USAF

Deslocados para a reforçar a defesa do espaço aéreo sobre New York durante a Assembleia Geral da ONU, dois caças F-16C da Guarda Aérea Nacional da Alabama interceptaram um monomotor Cessna 182 na área restrita criada no esquema especial de segurança. A interceptação aconteceu por volta das 2 da tarde de ontem (21 de setembro) e gerou uma surpresa: o invasor, na realidade, era um avião da Academia Militar de West Point, do Exército dos Estados Unidos. Mesmo assim, foi o suficiente para as redes sociais ganharem vários vídeos.

Mesmo assim, os F-16 agiram com rapidez: voaram rápido e baixo sobre a cidade até identificarem o alvo. Após a esperada dificuldade de localizar o alvo com o radar de bordo – uma situação comum quando se trata de uma aeronave de pequeno porte a baixa altura – os F-16 ser aproximaram do Cessna e um deles chegou a baixar o trem de pouso, de forma a deixar clara a ordem do pouso imediato. Em solo, o piloto de West Point reconheceu o erro.

Foto: US Army

Segundo o North American Aerospace Defense Command (NORAD), o trabalho é realizado em parceria com a FAA, agência norte-americana de aviação civil, e envolve tripulações treinadas especificamente para a esta missão, que tem ações de comunicação, regras de engajamento e até equipamentos específicos. É diferente, por exemplo, que ocorreu em 11 de setembro de 2001.

LEIA TAMBÉM: Pilotos da USAF planejaram missão suicida para deter terroristas no 11 de setembro