AVIAÇÃO MILITAR & DEFESA

Com demora do F-35, EUA vão modernizar os F-18C/D

F-18C do US Marine Corps em operação no Pacífico. Foto: Charles DeParlier

Com as entregas dos novos caças F-35 Lightning II cada vez mais disputadas entre um número crescente de clientes, os Estados Unidos precisam ampliar a vida útil dos jatos atuais. Agora, o plano é, além dos F-18E/F Super Hornet, contar com parte dos F-18C/D Hornet, mais antigos, em serviço até depois de 2030.

O US Marine Corps conta atualmente com cerca de 180 caças F-18 das versões C/D. A aeronave mais nova já conta com 24 anos de serviço. O plano é modernizar 60 delas com sistemas e equipamentos já em uso com os F-18E/F Super Hornet. O principal destaque será a instalação do radar APG-79, do tipo AESA, e de um novo sistema de contramedidas eletrônicas.

A US Navy e a Real Força Aérea da Austrália já não usam mais os F-18 da versão mais antiga. Por outro lado, Canadá, Finlândia e Suíça também voarão o F-18C/D até o futuro recebimento dos seus F-35. Kuwait, Malásia e Espanha também voam os F-18 mais antigos, sendo que os espanhóis utilizam uma versão modernizada dos últimos F-18A/B em serviço ativo no mundo.

Já os F-18E/F Super Hornet voam com as cores da US Navy, Austrália e Kuwait.

ASSINE A ASAS E GANHE UM ALBUM DE FIGURINHAS: AVIÕES DE GUERRA

USE O CUPOM: FRETE GRÁTIS

Carrinho