AVIAÇÃO MILITAR & DEFESA

Coreia do Sul treina contra ataques de mísseis de cruzeiro

Um ataque maciço com um grande número de mísseis de cruzeiro, necessitando de dezenas de caças para abater os alvos antes da destruição de estruturas vitais no país. Foi esse o cenário treinado pela força aérea da Coreia do Sul nesta semana, um exercício que envolveu disparos reais com caças F-35, F-15, F-15, FA-50 e até os veteranos F-4 Phantom II.

Alvos aéreos cumpriram o papel dos mísseis de cruzeiro inimigos e os sul-coreanos colocaram em prática a diversidade de armamento disponível. Os F-35 e F-15 empregaram mísseis AIM-9X Sidewinder, enquanto os F-16 e FA-50 dispararam os AIM-9L Sidewinder. Já os F-4 empregaram os já antigos AIM-7M Sparrow. Os também treinaram disparos na arena além do alcance visual, com mísseis AIM-120B.

Na segunda fase do exercício, houve o “contrataque”: os caças atacaram alvos definidos como centros de lançamento inimigos com armamento inteligente. Os F-15 lançaram mísseis AGM-84H Harpoon em sua versão de longo alcance. Os F-16 e FA-50 empregaram os AGM-65G Maverick. Bombas guiadas GBU-31/38 JDAM foram lançadas pelos F-15 e F-16, sendo que estes últimos também estavam com as Spice-2000.

A participação dos F-4 Phantom II serviu também para mostrar que as doze aeronaves ainda em serviço estão em plenas condições de contribuir para a defesa da Coreia do Sul. 

NOVA EDIÇÃO DA ASAS!

USE O CUPOM: FRETE GRÁTIS

Carrinho