AVIAÇÃO MILITAR & DEFESA

Drone de guerra eletrônica entra em testes nos EUA

Um XQ-58A Valkyrie do US Marine Corps voa com caças F-35A Lightning II da USAF. Foto: John McRell

Um par de caças F-35 Lightning II dos Estados Unidos realizaram uma missão de teste com um drone XQ-58A Valkyrie configurado com um sistema de guerra eletrônica. O objetivo foi atestar a capacidade de as aeronaves tripuladas atuarem em conjunto com o sistema autônomo para causar danos à infraestrutura inimiga.

O XQ-58A foi capaz de identificar e acompanhar múltiplos alvos para emitir sinais capazes de causar problemas ao funcionamento. Todo o trabalho foi realizado em parceria com os F-35, com a vantagem de reduzir os custos de operação e minimizar as possibilidades de baixas humanas.

Apesar de subsônico, com velocidade máxima de 882 km/h, o XQ-58A tem como principais vantagens o alcance superior a 5.000 km e a manobrabilidade. O modelo também tem sido testado com o Penetrating Affordable Autonomous Collaborative Killer – Portfolio (PAACK-P) para habilitá-lo a se tornar um “wingman” de aeronaves tripuladas, podendo cumprir tarefas de inteligência, vigilância, reconhecimento e ataque.

Sobre o autor

Humberto Leite

Comentar

Clique aqui para comentar

NOVA EDIÇÃO DA ASAS! PRÉ-VENDA!

USE O CUPOM: FRETE GRÁTIS

Carrinho