AVIAÇÃO COMERCIAL & PRIVADA

Embraer estuda como “carros voadores” vão voar sobre as cidades

image_pdfimage_print

A ideia é simples: veículos elétricos de baixo custo, com decolagem autônoma ou não, capazes de fazer pequenos trajetos dentro de centros urbanos a um custo baixo e velocidade incomparável aos carros. Mas como será a regulamentação do espaço aéreo com esses futuros “carros voadores” ou, como são tecnicamente chamados, veículos elétricos de pouso e decolagem vertical (eVTOLs)?

A Eve, empresa criada pela Embraer para trabalhar exclusivamente para o chamado ecossistema da Mobilidade Aérea Urbana (UAM), passou a liderar um consórcio criado para trabalhar ao lado da Autoridade de Aviação Civil do Reino Unido no desenvolvimento de soluções. O consórcio irá explorar como os eVTOLs podem transportar passageiros entre os aeroportos de London City (LCY) e Heathrow (LHR), com paradas entre eles. Os dados das simulações ajudarão os legisladores a desenvolver regras comunitárias amigáveis, mitigando os impactos do ruído e elaborando procedimentos do espaço aéreo para testes de voos futuros.

“Hoje, os voos entre os aeroportos de London City e Heathrow são limitados e as rotas são projetadas especificamente para helicópteros. Ao colaborar com a Autoridade de Aviação Civil do Reino Unido, pretendemos demonstrar ao público porque o apoio regulatório é necessário para criar rotas específicas para os eVTOLs”, disse David Rottblatt, Vice-Presidente de Desenvolvimento de Negócios e Líder do Projeto de Gerenciamento do Tráfego Aéreo Urbano da Eve. “Este consórcio sem precedentes, que consiste nas ideias de alguns dos mais relevantes líderes da aviação, trabalhará na direção de preparar Londres, e eventualmente o Reino Unido, para se tornar um mercado viável e bem-sucedido para voos de passageiros e cargas utilizando eVTOLs.”

A introdução dos eVTOLs pode oferecer meios mais sustentáveis e rápidos de transporte para passageiros e cargas, melhorando a conectividade urbana e regional, criando empregos e estimulando a inovação. O conceito de operações ajudará a tornar possíveis as operações do eVTOL no Reino Unido, permitindo que a indústria aumente e entregue benefícios ambientais e econômicos para o Reino Unido.

Além da Eve, o consórcio é composto por companhias internacionais da indústria de aviação, incluindo o Aeroporto de Heathrow, Aeroporto London City, NATS, Skyports, Atech, Volocopter e Vertical Aerospace.

Visite a loja da Editora Rota Cultural e veja nosso acervo de
livros, edições da revista ASAS e produtos ligados à aviação!

Lançamento! ASAS 118! Garanta já a sua na pré-venda!

O Voo do Impossível

Parceiros