ESPAÇO

Equipe 100% feminina controla satélite de GPS

A equipe de mulheres foi responsável pelo aceitação de um satélite. Foto: Dennis Rogers / USAF
image_pdfimage_print

A operação da constelação de satélites que mantém o serviço de GPS funcionando em todo o planeta teve uma novidade. Pela primeira vez, no dia 23 de julho, um deles ficou sob responsabilidade 100% feminina.

O satélite designado pela United States Space Force (USSF) como SVN-76 entrou em serviço sob o controle de oito mulheres, que trabalham na Base Aérea de Schriever, no Colorado. Da sala de comando elas ficaram responsáveis pelo equipamento que fornece dados de localização para até 5 bilhões de usuários em todo o mundo.

As oito mulheres são do Segundo Esquadrão de Operações Espaciais da Base. “Temos muitas mulheres no esquadrão e, seguindo a programação da tripulação, tivemos a oportunidade de estabelecer uma tripulação composta apenas por mulheres”, disse a Tenente Alexis Thuli.

“Queremos inspirar as futuras gerações de mulheres jovens e deixá-las saber que podem ter um lugar na Força Espacial”, afirmou a Major Lucia White, referindo-se à United States Space Force, nova força armada do país, criada em 2019. “Ver funções que são historicamente ocupadas por homens agora sendo ocupadas por mulheres é extremamente fortalecedor e inspirador, levando-me a ser uma versão melhor de mim mesma”, completou a Sargento Kelly Malone.

Visite a loja da Editora Rota Cultural e veja nosso acervo de
livros, edições da revista ASAS e produtos ligados à aviação!

De acordo com a National Science Foundation, as mulheres representam apenas 28% dos empregos nas áreas de carreira de ciências e engenharia nos Estados Unidos. Nas forças armadas do país, elas hoje representam 19,28% do efetivo. Em 1980 eram 8,5%.

Sobre o autor

Redação

Comentar

Clique aqui para comentar

Garanta já a sua Edição 114 de ASAS!

Promoção Fim de Ano!

Novidade! Assine ASAS também na Versão Digital!

Parceiros