AVIAÇÃO MILITAR & DEFESA

Escalada na guerra: MiG-29 azeri abate Su-25 da Armênia

image_pdfimage_print

Hoje, por volta das 10h40, um MiG-29 do Azerbaidjão abateu um Sukhoi Su-25 da Armênia, numa escala do conflito que teve início neste domingo, 27 de setembro.

A notícia dada inicialmente pelo Ministério da Defesa armênio dizia que o Su-25 havia sido derrubado por um F-16 da Turquia, o que seria extremamente grave, representando um envolvimento direto da Turquia no conflito entre a Armênia e o Azerbaidjão. Desde o domingo, tem havido relatos de caças F-16 da Força Aérea da Turquia terem sido deslocados para bases no Azerbaidjão, para protegerem o espaço aéreo do país e ainda darem cobertura às forças azeris em combate contra o Exército armênio. Mas nada disso corresponde à verdade – ao menos, até o momento.

O MiG-29 azeri estava dando apoio aéreo a unidades do Exército do Azerbaidjão que atacam a cidade armênia de Vardenis, e desta posição lançou mísseis R-27 que abateram o Su-25 armênio, cujo piloto morreu. Pelo que parece, o MiG-29 decolara às 10h30 da base aérea azeri de Ganja, e quando lançou os R-27 contra o Su-25, voava cerca de 60km dentro do espaço aéreo do Azerbaidjão, numa altitude de 8.200m.

Aeronave de ataque Sukhoi Su-25

Também circularam fotos hoje que mostrariam que um ataque de drones azeri teria destruído alguns veículos de uma bateria de S-300 da Armênia que estaria sendo ativada no território do enclave de Nagorno-Karabakh. Porém, o que existe de concreto, confirmado, é que o Alto-Comando azeri ameaçou destruir qualquer bateria de mísseis S-300 da Armênia que o país vizinho tentar deslocar e ativar dentro do território do enclave. No momento, não há qualquer fonte segura para se confirmar se a Armênia tentou mesmo levar uma de suas baterias de S-300 para Nagorno-Karabakh e se, tendo isto ocorrido, esta foi atacada por drones azeris – e com quais resultados.

O Ministério da Defesa azeri também citou que as forças do país teriam repelido um contra-ataque armênio, destruindo uma coluna militar, e também continuavam avançando contra a cidade de Fizuli, tendo destruído ainda quatro tanques e veículos blindados armênios na área. Por seu lado, o Ministério da Defesa armênio emitiu um comunicado atestando que, até o momento, suas forças já inflingiram as perdas de 80 tanques e blindados, cerca de 50 drones, e seis helicópteros das forças do Azerbaidjão.

Você já assistiu à série #Sextou?! Confira as melhores dicas culturais da aviação!

Visite a loja da Editora Rota Cultural e veja nosso acervo de
livros, edições da revista ASAS e produtos ligados à aviação!

Garanta já a sua Edição 114 de ASAS!

Promoção Fim de Ano!

Novidade! Assine ASAS também na Versão Digital!

Parceiros