AVIAÇÃO MILITAR & DEFESA

Exército estuda nova base de aviação na Amazônia

Foto: Exército Brasileiro
image_pdfimage_print

O Comando de Aviação do Exército analisa adotar uma nova base de operações na região amazônica. Ela ficaria em Belém (PA). Nesta semana, uma comitiva da força terrestre esteve na Base Aérea da Força Aérea Brasileira na cidade. O objetivo foi acertar detalhes para viabilizar a presença permanente de aeronaves do Exército.

Atualmente, o Exército possui quatro Batalhões de Aviação do Exército, sendo que os dois primeiros são sediados em Taubaté (SP), o terceiro em Campo Grande (MS) e o quarto em Manaus (AM). No caso de Belém, o plano inicial não é criar uma unidade, mas manter um destacamento de duas aeronaves. O mais provável é que sejam do modelo HM-4 Jaguar.

Aeronaves da Marinha e do Exército na base da Força Aérea Brasileira em Belém
Foto: Marinha do Brasil


LEIA MAIS: Brasil tem novos helicópteros na Amazônia

Caso se confirme a ida dos HM-4 para Belém, isso permitirá ampliar a interoperabilidade não apenas com a Força Aérea Brasileira, mas também com a Marinha do Brasil. Isso porque a força naval possui uma unidade aérea sediada na Base Aérea de Belém, o 1º Esquadrão de Helicópteros de Emprego Geral do Norte (HU-41), equipado com o mesmo modelo, porém com a designação UH-15 Super Cougar. A FAB também possui o mesmo tipo de aeronave, que receberam o código H-36, e atualmente estão sediadas no Rio de Janeiro (RJ), Brasília (DF) e Natal (RN).

LEIA MAIS: Brasil caminha para a interoperabilidade no mar

Essa unificação de modelos foi possível com a assinatura do contrato para aquisição de 50 helicópteros da Airbus/Helibras H225M. O contrato foi assinado em 2008. O objetivo era entregar 16 aeronaves para cada uma das três forças armadas e duas que ficariam com a FAB, porém para uso da Presidência da República. As entregas deveriam ter sido encerradas em 2016, mas prosseguem até hoje por conta dos atrasos do fluxo de pagamentos.

Lançamento! ASAS 119! Garanta já a sua na pré-venda!

O Voo do Impossível

Parceiros