AVIAÇÃO MILITAR & DEFESA

FAB e Embraer firmam acordo sobre o KC-390

Após quase se enfrentarem em o que seria uma inédita disputa judicial, a Força Aérea Brasileira e a Embraer chegaram a um acordo sobre o KC-390. Serão 22 aeronaves ao todo, sendo que a última será entregue só em 2034.

O contrato assinado em 2014 previa um total de 28 aeronaves a serem recebidas até . No ano passado, o governo atual decidiu reduzir a encomenda para a metade das unidades e coube à Força Aérea Brasileira anunciar que o corte poderia ir parar na justiça, por não haver acordo com a Embraer.

Agora, a situação parece resolvida. Em comunicado à imprensa na noite desta terça-feira (9 de fevereiro), a Embraer afirmou que “a nova cadência de produção se adequa às condições orçamentárias da FAB ao mesmo tempo em que permite à Embraer um melhor planejamento de longo prazo junto aos seus fornecedores”. Isso também mantém aberta a linha de montagem para eventuais exportações – até agora, só Portugal e Hungria compraram o cargueiro brasileiro.

A empresa completou que “com este acordo, a Embraer reforça seu papel de parceira estratégica da FAB no desenvolvimento e implantação de soluções e produtos tecnológicos de alto valor agregado”. Ainda não houve manifestação da Força Aérea em seu site institucional.

Com 22 aeronaves, mantém-se a expectativa de a Força Aérea Brasileira ter dois ou até três unidades aéreas equipadas com o KC-390. Além do atual Esquadrão Zeus, sediado em Anápolis (GO), o Esquadrão Gordo, do Rio de Janeiro (RJ), se prepara para operar o vetor.

NOVA EDIÇÃO DA ASAS!

USE O CUPOM: FRETE GRÁTIS

Carrinho