AVIAÇÃO MILITAR & DEFESA

FAB intercepta avião com 400 kg cocaína no Paraná

Foto: Bianca Viol

A Força Aérea Brasileira (FAB) interceptou, na manhã desta terça-feira (09/04), nas proximidades de Londrina (PR), uma aeronave Cessna 182, com matrícula PT-CPR, que ingressou no espaço aéreo brasileiro vinda do Paraguai. Dois A-29 Super Tucano e um avião radar E-99M foram empregados na missão, realizada em conjunto com a Polícia Federal (PF).

Ao ingressar no espaço aéreo brasileiro, sem plano de voo, o avião passou a ser monitorado pelo Comando de Operações Aeroespaciais (COMAE) e pela PF. A partir de então, os pilotos de defesa aérea seguiram os protocolos das Medidas de Policiamento do Espaço Aéreo (MPEA). De acordo com as investigações, o avião possivelmente voava com matrícula clonada, uma vez que o verdadeiro teria sido inutilizado em operação da PF na terra indígena Yanomami, em maio de 2023.

Foto: Polícia Federal

Após a interceptação, o piloto de um A-29 ordenou o pouso obrigatório do Cessna 182 em Londrina. A aeronave suspeita não cumpriu e fez um pouso forçado em uma pista de terra nas proximidades de Santa Cruz do Rio Pardo (SP), às 11h10. Depois disso, a Polícia Federal assumiu as Medidas de Controle de Solo (MCS).

O piloto era habilitado desde 2021, foi preso em flagrante por tráfico internacional de drogas e encaminhado à Delegacia de Polícia Federal em Marília (SP).

Sobre o autor

Redação

Comentar

Clique aqui para comentar

NOVA EDIÇÃO DA ASAS! PRÉ-VENDA!

USE O CUPOM: FRETE GRÁTIS

Carrinho