AVIAÇÃO MILITAR & DEFESA

FAB intercepta avião de traficantes, mas não atira

Polícia Militar encontrou o avião dos suspeitos em chamas Foto: Polícia Militar do Mato Grosso
image_pdfimage_print

A Força Aérea Brasileira (FAB) interceptou, na manhã deste sábado (07), um avião de pequeno porte em voo irregular sobre a região fronteira entre o Mato Grosso e a Bolívia. Porém, não houve disparo contra a aeronave interceptada.

Foi uma missão baseada nos serviços de inteligência. A Polícia Federal já havia identificado a atuação da quadrilha e acionou a FAB para tentar localizar a aeronave envolvida no tráfico de drogas.

A principal vantagem do uso de um avião-radar como o E-99 é poder detectar aeronaves em voo a baixíssima altura Foto: Capitão Enilton / Força Aérea Brasileira

A aeronave suspeita foi detectada por um avião-radar E-99 e em seguida por um caça A-29 Super Tucano. O A-29 acompanhou o avião suspeito até o pouso. Não foi divulgado se o Super Tucano chegou a se comunicar com o avião interceptado ou se apenas acompanhou à distância. Porém, a aeronave suspeita fez um pouso em uma área de grama do Pantanal. Também não havia policiais no local.

Embraer A-29 Super Tucano
Embraer A-29 Super Tucano

De acordo com a imprensa do Mato Grosso, os suspeitos atearam fogo na aeronave e fugiram à pé. Apesar do incêndio, a Polícia Militar conseguiu identificar o que podem ser vestígios de cocaína nos destroços. O material foi encaminhado para perícia.

A Polícia faz buscas em solo pelos ocupantes da aeronave.

Visite a loja da Editora Rota Cultural e veja nosso acervo de
livros, edições da revista ASAS e produtos ligados à aviação!

Garanta já a sua Edição 114 de ASAS!

Promoção Fim de Ano!

Novidade! Assine ASAS também na Versão Digital!

Parceiros