AVIAÇÃO MILITAR & DEFESA

FAB mostra capacidade operacional do KC-390 na Cordilheira dos Andes

Com militares de nações amigas a bordo, um KC-390 da Força Aérea Brasileira realizou, em 11 de maio, um inédito pouso em um aeródromo de elevada altitude. O local selecionado foi a cidade peruana de Jajua, na Cordilheira dos Andes, a 11.034 pés, o que corresponde a mais de 3.300 metros de altitude.

A operação de aeronaves em pistas de altitude elevada é um desafio para pilotos, equipes de manutenção e engenheiros aeronáuticos. Por conta da menor densidade do ar, a potência do motor é reduzida. Também são afetadas as velocidades de aproximação e a capacidade de frenagem da aeronave. A carga útil também fica reduzida. “Pode ser percebida a importância da demonstração de mais esta capacidade da aeronave KC-390, reafirmando a sua vocação de atuar nos mais diversos cenários em que for demandada”, destacou o comandante da aeronave, Major Anderson Dias Santiago.

A operação também teve outras particularidades.  “A cidade de Jauja fica localizada em um vale no alto da Cordilheira dos Andes, motivo pelo qual as operações aéreas que ali ocorrem demandam extrema cautela e planejamento. As elevações que margeiam a cidade, o ar rarefeito provocado pela grande elevação do aeródromo, bem como a ausência de auxílios à navegação aérea na localidade, demandam uma análise criteriosa das capacidades de performance da aeronave, tendo sido fundamental a experiência de seus tripulantes”, contou o Comandante do Esquadrão Zeus, Tenente-Coronel Bruno Américo Pereira.

Por isso tudo, o teste real no aeródromo peruano mostra a capacidade do KC-390 de atender a requisitos operacionais de vários países sul-americanos: Colômbia, Equador, Peru, Bolívia, Chile e Argentina. No voo, estiveram presentes militares do Estado-Maior da Aeronáutica (EMAER) do Brasil, da Força Aérea do Peru e de integrantes da Secretaria Permanente do Sistema de Cooperação entre as Forças Aéreas Americanas (SICOFAA).

O pouso foi realizado durante o Exercício Cooperación IX, que está sendo coordenado pela Força Aérea do Peru (FAP), reunindo, de 08 a 19/05, as Forças Aéreas Americanas de 12 países, com o objetivo de treinar a integração em cenários de catástrofes naturais, como terremotos e furacões.

NOVA EDIÇÃO DA ASAS! PRÉ-VENDA!

USE O CUPOM: FRETE GRÁTIS

Carrinho