AVIAÇÃO MILITAR & DEFESA

FAB “senta a lenha” em Cachimbo

Foto: Força Aérea Brasileira

Não deve ter sobrado muito coisa dos alvos no Campo de Provas Brigadeiro Velloso, na Serra do Cachimbo, no Sul do Pará. Helicópteros AH-2 Sabre da Força Aérea Brasileira lançaram 14 mísseis Ataka para atestar a capacidade de combate das aeronaves do Esquadrão Poti.

Cada míssil desse tipo pesa 50 kg, sendo 7 kg só de ogiva. Com alcande de 7 km, sua principal característica é conseguir penetrar blindagens de até 80 cm de aço, sendo um efetivo “caçador de blindados”. Em caso de necessidade, cada um dos doze helicópteros AH-2 Sabre pode decolar com 16 mísseis Ataka.

“Os resultados obtidos na realização da missão serviram como demonstrativo das capacidades do helicóptero como plataforma de armas, destacado por sua robustez, furtividade e eficácia na utilização de armamento com elevada capacidade bélica e alto nível de precisão”, destacou o Comandante do Esquadrão Poti, Tenente-Coronel Rômulo Amaral.

Os alvos simulavam baterias de artilharia antiaérea e radares inimigos. Todos foram instalados de forma a dificultar sua localização e identificação, o que serviu de treinamento para os tripulantes. O treinamento aconteceu na primeira quinzena de agosto.