AVIAÇÃO MILITAR & DEFESA

FAB transforma aeronave VIP em utilitária

Apenas 126 jatos Lear 55 foram construídos, sendo 13 da versão C
image_pdfimage_print

Uma letra faz diferença. Quando a designação de uma aeronave de transporte tem a letra V, ela quer dizer VIP: é o caso dos VC-1, VH-35, etc, todos destinados a transportar autoridades. A Força Aérea Brasileira, porém, decidiu dar um destino diferente para o seu Learjet 55: após 5 anos afastada dos voos, a aeronave foi reativada no último dia 14 de novembro, sendo agora designada U-55C, o que ressalta seu papel para missões “utilitárias”.

Como parte da frota do 6º Esquadrão de Transporte Aéreo, com sede na Ala 1, em Brasília (DF), o U-55C agora voa ao lado de aviões C-95 Bandeirante, C-97 Brasília e U-35 Learjet, também antigos jatos de transporte VIP agora empregado como utilitários. As missões podem envolver o transporte de pessoal e de pequenas cargas, como órgãos para transplante, além de atuar como UTI aérea. Com velocidade máxima de 884 km/h, o U-55C pode fazer a diferença na hora de transportar um coração, por exemplo.

O U-55C tem história. Voou pela Araucária Táxi Aéreo e pelo Banco Bamerindus, que faliu. A justiça determinou que a aeronave, como parte do pagamento das dívidas, deveria ser passada à Força Aérea Brasileira. Foi utilizada de 1998 até 2013, quando saiu de operação por ter tido a sua manutenção considerada onerosa e complicada. A FAB até tentou vender a aeronave, sem sucesso.

Porém, as necessidades operacionais falaram mais alto. Com o avião ainda tendo muito tempo de uso, a FAB investiu: em conjunto com a empresa Líder, o Parque de Material Aeronáutico de Lagoa Santa (PAMA–LS) trabalhou durante oito meses na célula. Agora, as condições operacionais são plenas. Oito pilotos e cinco mecânicos de voo compõem o novo quadro de tripulantes.

Solenidade militar de reativação operacional do U-55C, no dia 14 de novembro

Garanta já a sua Edição 114 de ASAS!

Promoção Fim de Ano!

Novidade! Assine ASAS também na Versão Digital!

Parceiros