AVIAÇÃO MILITAR & DEFESA

Futuro caça Europeu ganha fôlego

image_pdfimage_print

Planejado para entrar em serviço em 2035 nas forças aéreas do Reino Unido e da Itália, o futuro caça Tempest ganha adeptos no setor industrial. Bombardier Belfast, Collins Aerospace UK, GE Aviation UK, GKN Aerospace, Martin-Baker, QinetiQ e Thales UK se uniram no desenvolvimento das novas tecnologias necessárias para a aeronave de combate de sexta geração.

O projeto, anunciado em 2018, já contava com as empresas BAE Systems, Leonardo, MBDA, Rolls-Royce, Elettronica Group, Avio Aero e SecureCloud+. A sueca Saab decidiu criar um centro de excelência para o projeto, mas o país não aderiu oficialmente ao desenvolvimento do caça Tempest, limitando-se à criação de tecnologias que podem ser utilizadas em outros projetos.

Em paralelo, prossegue também o desenvolvimento do Future Combat Air System (FCAS), que reúne esforços da Alemanha, França e Espanha, sendo capitaneados pela Airbus e pela Dassault.

Visite a loja da Editora Rota Cultural e veja nosso acervo de
livros, edições da revista ASAS e produtos ligados à aviação!

Garanta já a sua Edição 114 de ASAS!

Promoção Fim de Ano!

Novidade! Assine ASAS também na Versão Digital!

Parceiros