AVIAÇÃO MILITAR & DEFESA

Futuros Sentry do Chile já chegam com mais de 30 anos de serviço

E-3D Sentry da RAF em voo com caças Tornado. Ambos os modelos já foram aposentados no Reino Unido Foto: Adrian Pingstone

O Ministério da Defesa britânico confirmou: o Chile irá adquirir duas unidades de jatos E-3D Sentry. Baseados nos Boeing 707, e com capacidade de serem reabastecidos em voo, os E-3D devem apresentar um desempenho superior ao único EC-707 Cóndor em uso, e que deve dar baixa já em abril.

Os E-3D Sentry que irão voar com as cores do Chile têm ainda a vantagem de contar com motores CFM56, mais modernos. Porém, o tempo não é aliado. O Reino Unido planejava voar essas duas últimas aeronaves, no máximo, até o fim de 2022.

Com matrículas ZH101 e ZH103, as duas células adquiridas tiveram suas operações na Royal Air Force interrompidas em agosto passado, após cerca de 30 anos de voo. Eram os últimos dos sete E-3D Sentry AEW.1 britânicos adquiridos em 1987.

Um dos E-3D foi adquirido no ano passado pela US Navy, pelo valor de US$ 15 milhões de dólares. Porém, o jato foi destinado para tarefas de treinamento, e não para atividades operacionais.

Há informações de veículos especializados em aviação, porém não confirmadas pelo Ministério da Defesa Britânico, de que um terceiro E-3D deverá ser adquirido pelo Chile para servir como fonte de peças de reposição.

NOVA EDIÇÃO DA ASAS!

USE O CUPOM: FRETE GRÁTIS

Carrinho