AVIAÇÃO COMERCIAL & PRIVADA

Governo ajuda feiras de aviação a receber aeronaves agrícolas

Foto: Embraer
image_pdfimage_print

A Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC) publicou no dia 6 de novembro diretrizes para a operação de aeronaves agrícolas em eventos, o que era proibido até o início do mês. Agora, desde que sejam cumpridos os requisitos do Regulamento Brasileiro de Aviação Civil (RBAC) nº 137, as áreas de pouso para uso aeroagrícola podem ser utilizadas também para operações em feiras e eventos correlatos.

As novas legislações permitem agora até a possibilidade de haver voos de demonstração para o público. Nestes casos, será necessário pedir autorização prévia para a ANAC. Para simplesmente pousar e decolar no local do evento não será necessário nenhum procedimento administrativo.

As novas normas fazem parte do Programa Voo Simples, que também teve como novidade a autorização para operadores aeroagrícolas realizarem pequenos reparos em aeronaves em operação no campo, em locais de difícil acesso, desde que a atividade de manutenção seja realizada com a supervisão remota de um Mecânico de Manutenção Aeronáutica. A facilitação das ações de manutenção em localidades remotas típicas de operações aeroagrícolas era uma das demandas antigas do setor.

Antes da alteração promovida pela ANAC, se uma aeronave apresentasse um problema simples durante as atividades de campo, ela precisaria aguardar dias ou até semanas pela chegada ao local de um mecânico com licença emitida pela Agência ou ser deslocada por terra até uma oficina certificada. Agora, com o uso de tecnologias de comunicação como videoconferência, fotografias, gravações e comunicação de voz, entre outras, o procedimento pode ser realizado por um auxiliar, sob supervisão do mecânico, no próprio local da operação.

No período de safra, compreendido entre os meses de outubro e maio, as aeronaves aeroagrícolas são mais demandadas, exigindo grande número de pousos e decolagens. Sob atividade intensa, é comum a necessidade de pequenos reparos, substituições de componentes e outras manutenções que não podiam ser realizadas in loco sem o suporte técnico de um mecânico aeronáutico.

Visite a loja da Editora Rota Cultural e veja nosso acervo de
livros, edições da revista ASAS e produtos ligados à aviação!

Garanta já a sua Edição 114 de ASAS!

Promoção Fim de Ano!

Novidade! Assine ASAS também na Versão Digital!

Parceiros