AVIAÇÃO MILITAR & DEFESA

ITA desenvolve tecnologia para detectar coronavírus no ar

image_pdfimage_print

O Instituto Tecnológico de Aeronáutica (ITA), universidade pública localizada em São José dos Campos (SP) e subordinada ao Departamento de Ciência e Tecnologia Aeroespacial (DCTA) da Força Aérea Brasileira (FAB), deve finalizar em até sete semanas o desenvolvimento de um equipamento que identifica a presença do coronavírus no ar.

O novo aparelho foi projetado a partir de tecnologia usada em equipamento que monitora nuvens radiológicas e detecta se há radiação na área. Com essa inovação será possível monitorar áreas de 50 metros quadrados e indicar possíveis riscos de contaminação do vírus nesses espaços. O protótipo da invenção ainda não recebeu nome, mas está em construção.

Essa não é a primeira ação do ITA para auxiliar no enfrentamento à pandemia. A universidade disponibilizou um guia de fabricação de equipamento de proteção individual (EPI) baseado em normas e regulamentações. O manual traz informações relevantes, tanto para quem precisa quanto para quem quer contribuir com a fabricação e a doação dos equipamentos O guia traz regulamentação e dicas de processo de impressão 3D.

O Centro de Competência em Manufatura (CCM) do ITA atualmente produz máscaras de proteção, com impressoras 3D e injeção, em parceria com empresas. Além disso, confecciona peças para respiradores a serem utilizados em Unidades de Terapia Intensiva (UTIs).

Visite a loja da Editora Rota Cultural e veja nosso acervo de
livros, edições da revista ASAS e produtos ligados à aviação!

Novidade! Assine ASAS também na Versão Digital!

Parceiros