AVIAÇÃO COMERCIAL & PRIVADA AVIAÇÃO MILITAR & DEFESA

Italianos querem vender material militar para o Brasil

Sucesso no mundo, o AW119 pode ganhar espaço no Brasil

O grupo italiano Leonardo estará na próxima semana no Rio de Janeiro como um dos principais expositores na feira de defesa LAAD 2019.

Presente no País desde a década de 1970, Leonardo possui uma presença industrial diferenciada e parcerias consolidadas em todos os setores de atividade. Hoje, a Leonardo já está operando um contrato para a extensão do apoio logístico das aeronaves AMX e para a entrega dos helicópteros Super Lynx Mk21B modernizados para a Marinha do Brasil.

Com mais de 200 helicópteros em serviço e um centro de apoio logístico entre os maiores do mundo para assistência técnica, manutenção e reparos de helicópteros na América do Sul, o Brasil representa para a Leonardo o principal mercado de helicópteros na América Latina. Aqui, as principais ofertas são o AW109 e AW119.

No setor aviônico, são cerca de 150 os radares a bordo das principais plataformas em serviço no País: AMX, F-5, KC-390, P95, Super Lynx Mk21B e o novo caça da FAB, o Gripen E, no qual a empresa fornece cerca 60% da eletrônica de bordo (radares de busca e rastreamento e controle de fogo, sistemas de identificação), abrangendo todo o espectro de sensores primários que garantem à aeronave uma superioridade “ISTAR” em termos de inteligência, vigilância, detecção e aquisição de alvos. A Leonardo
também forneceu suporte com radares de controle de tráfego aéreo militar para o Brasil.

NOVA EDIÇÃO DA ASAS!

USE O CUPOM: FRETE GRÁTIS

Carrinho