AVIAÇÃO COMERCIAL & PRIVADA

Mercado chinês de aviação regional está no foco da Embraer

Embraer 195 da Tianjin Airlines no aeroporto de Zhengzhou Xinzheng

A Embraer finaliza hoje o 6º Fórum de Aviação Regional da China, realizado em Qing. Com o tema “Conectividade e Diferenciação – O Novo Momento no Desenvolvimento da Aviação Regional”, o evento deve ajudar a promover a venda de jatos da fabricante brasileira.

A empresa já tem uma forte presença no país asiático. O primeiro E145 foi entregue por lá em setembro do ano ano 2000 e os modelos subsequentes têm sido bem aceitos no mercado local. Em agosto deste ano, o E195-E2 da Embraer – maior jato da família dos E-Jets – recebeu a Certificação de Tipo da Administração de Aviação Civil da China, após a certificação do E190-E2.

Dados têm demonstrado que a aviação civil da China continua em recuperação, impulsionada com o aumento da demanda doméstica. De acordo com a CAAC, o volume de tráfego de passageiros domésticos atingiu 394,8 milhões entre janeiro e agosto de 2023, um crescimento de 135% na comparação com 2022. O mercado doméstico já ultrapassou o nível de 2019 em abril de 2023, devido à demanda reprimida durante a pandemia.

“Acreditamos que o mercado regional será o motor do crescimento futuro da aviação na China. Há um bilhão de pessoas no país que nunca foram passageiras de um voo”, diz Guo Qing, Diretor-Geral e Vice-Presidente de Aviação Comercial da Embraer na China. “A Autoridade da Aviação Civil na China dá uma importância significativa para a integração de toda a malha, que busca conectar cada vez mais o tráfego entre rotas nacionais e regionais. Nesse contexto, os jatos E2 serão uma ferramenta eficiente para apoiar as companhias aéreas de menor porte”, afirma.

O evento recebe mais de 150 participantes do governo, de companhias aéreas chinesas e internacionais, aeroportos, lessors, institutos, associações e organizações do setor. Os palestrantes incluem executivos de companhias aéreas, experts em aviação e especialistas de think tanks. O grupo conduz as palestras por um amplo leque de temas, desde o desenvolvimento da aviação regional aos modelos de negócios mais bem-sucedidos no setor aéreo.

“A Embraer oferece nesse Fórum uma plataforma para reunir o conhecimento e a experiência dos profissionais mais qualificados e especializados em como expandir as malhas regionais e aumentar a conectividade”, afirma Arjan Meijer, Presidente e CEO da Embraer Aviação Comercial. “A chave é oferecer aeronaves eficientes e de tamanho adequado, para ampliar a conectividade da China. O E2, que complementa perfeitamente os produtos de origem local, é o jato certo para cumprir essa tarefa, pois conecta tanto centros regionais como as regiões mais distantes do país”, acrescenta.

NOVA EDIÇÃO DA ASAS!

USE O CUPOM: FRETE GRÁTIS

Carrinho