AVIAÇÃO MILITAR & DEFESA

MiG-31 interceptou RC-135 da USAF próximo a Kamchatka

RC-135 da USF interceptado por caças russos MiG-31 Foto: Ministério da Defesa da Rússia
image_pdfimage_print

O Ministério da Defesa da Rússia anunciou que nesta sexta-feira um interceptador MiG-31 interceptou e fez a escolta de uma aeronave de reconhecimento RC-135 da USAF próximo à península de Kamchatka. O avião norte-americano não chegou a ingressar no espaço aéreo russo.

O MiG-31 teve autonomia suficiente para acompanhar o RC-135 durante todo o período em que a aeronave esteve próxima do mar territorial russo. O comunicado oficial do Ministério da Defesa do país fez questão de ressaltar que o encontro aéreo foi realizado em estrito cumprimento das regras internacionais de uso do espaço aéreo.

Em julho do ano passado, a Rússia anunciou a decisão de ter um segundo esquadrão de interceptadores MiG-31 na península de Kamchatka, território localizado entre o Japão e o Alasca. Serão aeronaves do modelo MiG-31BM, modernizadas pela United Aircraft Corporation.

Atualmente, o regimento aéreo sediado em Yelizovo já conta com doze caças das versões MiG-31BM, além de patrulheiros antissubmarino Il-38. Equipado com mísseis R-33, e futuramente os novos R-37, o MiG-31BM tem capacidade de engajar alvos aéreos a até 400 km de distância. O sistema de tiro permite lançar armas contra até dez aeronaves inimigas simultaneamente.

A nova versão também tem capacidades multimissão, podendo levar armamentos anti-superfície, incluindo mísseis específicos contra radares e alvos navais, além do míssil hipersônio Kinzhal, em produção desde 2017. O Kh-47M2 Kinzhal tem 2.000 km de alcance e velocidade máxima declarada entre Mach 10 e 12. É público que em já em 2018 houve lançamentos bem sucedidos.

Visite a loja da Editora Rota Cultural e veja nosso acervo de
livros, edições da revista ASAS e produtos ligados à aviação!

Lançamento! ASAS 117

O Voo do Impossível

Parceiros