AVIAÇÃO MILITAR & DEFESA

Mirage 2000 intercepta EC130 já próximo a Paris

Foto: Jean Luc Brunet / Armée de l'air et de l'espace
image_pdfimage_print

Um Mirage 2000-5 da Armée de l’air et de l’espace mostrou sua capacidade de atuar contra alvos lentos: o supersônico de alto desempenho conseguiu conduzir uma interceptação contra um helicóptero civil EC130. A aeronave era proveniente da Inglaterra e entrou no espaço aéreo francês sem fazer contato por rádio.

Aconteceu no dia 12 de março. O comando de operações aéreas ordenou a decolagem de um Mirage 2000-5 da Base Aérea de Evreux por volta das 17 horas. O caça alcançou o helicóptero a Nordeste de Paris e iniciou os procedimentos para identificação do alvo.

Ao mesmo tempo, um helicóptero Esquilo decolou para completar a tarefa de intercepção. A tripulação do EC130, finalmente, estabeleceu contato com o controle de tráfego. Tropas terrestres já estavam a postos quando ocorreu o pouso.

Foto: Jean Luc Brunet / Armée de l’air et de l’espace

Interrogado, o piloto do EC130 informou que foi surpreendido pelas condições meteorológicas desfavoráveis e por isso ingressou no espaço aéreo francês a baixa altura. Também não teria sido possível estabelecer contato por rádio por conta do voo baixo.

“Seja um avião ou um helicóptero, os comportamentos anormais de voo não devem deixar dúvidas. E quando há uma dúvida, não há dúvida: nós tiramos a dúvida”, disse o General Lherbette, da Armée de l’air et de l’espace.

Só em 2020, foram 560 situações anormais detectadas, levando a 350 interceptações realizadas por caças e helicópteros.

Visite a loja da Editora Rota Cultural e veja nosso acervo de
livros, edições da revista ASAS e produtos ligados à aviação!

Lançamento! ASAS 118! Garanta já a sua na pré-venda!

O Voo do Impossível

Parceiros