AVIAÇÃO MILITAR & DEFESA

Estado Islâmico “ganha” o primeiro Storm Shadow do Typhoon

Eurofighter Typhoon com dois Storm Shadow sob as asas Foto: Ministério da Defesa do Reino Unido
image_pdfimage_print

O Estado Islâmico se tornou o primeiro alvo de um míssil de cruzeiro britânico MBDA Storm Shadow lançado a partir de um Eurofighter Typhoon. O ataque aconteceu no dia 15 de março, levando à destruição de um sistema de cavernas próximo a cidade de Erbil, no Norte do Iraque.

De acordo com o Ministério da Defesa britânico, o Storm Shadow era a arma mais apropriada para aquele momento. Porém, não é a primeira vez que esse tipo de alvo serve para testar a efetividade prática de novas armas.

LEIA TAMBÉM: RAF utiliza Paveway IV contra túneis do Estado Islâmico

Em 24 de janeiro, um outro sistema de túneis foi destruído com sucesso por quatro bombas guiadas a laser Paveway IV. Ataques assim se repetiram nos últimos dias, com até oito bombas lançadas. Dois anos atrás, foi a vez de comprovar a capacidade do míssil ar-solo Brimstone. No ano passado, a França também estreou por ali o novo pod Talios para os seus caça Rafale.

LEIA TAMBÉM: Rafale estreia nova tecnologia contra o Estado Islâmico

No caso do Storm Shadow, trata-se com um míssil com alcance de até 250 km, com peso total de 1.300 kg. Com um motor turbojato, a arma penetra na área hostil a baixa altura, o que, combinado com o design stealth, torna praticamente impossível a detecção por radares inimigos. Um único Typhoon pode levar até dois ao mesmo tempo.

LEIA TAMBÉM: “Estado Islâmico” serve de teste real para nova arma do Eurofighter Typhoon

A Royal Air Force fez sua estreia operacional com o míssil há dez anos, durante a intervenção na Líbia. Naquela ocasião, tanto britânicos quanto italianos armaram seus jatos Tornado com a arma.

Visite a loja da Editora Rota Cultural e veja nosso acervo de
livros, edições da revista ASAS e produtos ligados à aviação!

Lançamento! ASAS 116

O Voo do Impossível

Parceiros