AVIAÇÃO COMERCIAL & PRIVADA

“Novo Concorde” avança com “Baby Boom”

Demonstrador supersônico teve partes fabricadas por uma impressora 3D
image_pdfimage_print

A empresa Boom Supersonic planeja para 2021 o primeiro voo do “Baby Boom”, apelido do demonstrador supersônico XB-1. O objetivo da companhia é ganhar experiência para desenvolver o Overture, uma futura aeronave para 55 passageiros capaz de ultrapassar a barreira do som.

Um total de 21 componentes do Baby Boom foram criados em uma impressora 3D da companhia Velo 3D. O equipamento produziu as peças em metal conforme as especificações do projeto. Essa é uma das soluções encontradas para reduzir o preço final.

O XB-1 é o primeiro jato supersônico do mundo produzido sem apoio de governos. Com matrícula civil N990XB, o Baby Boom leva três motores J85 da General Eletric, semelhante aos utilizados pelos T-38 Talon. A expectativa é alcançar Mach 2.2.

Concepção artística do futuro jato Overture

As inovações aerodinâmicas incluem entradas de ar e exaustores com geometria variável. A ideia é reduzir o ruído. O futuro supersônico Overture tem como pré-requisito ser 30 vezes mais silencioso que o antigo Concorde, sempre criticado pela poluição sonora.

De acordo com a Boom Supersonic, o futuro jato supersônico Overture deve ter mercado para 500 rotas comerciais pelo mundo.

Visite a loja da Editora Rota Cultural e veja nosso acervo de
livros, edições da revista ASAS e produtos ligados à aviação!

Novidade! Assine ASAS também na Versão Digital!

Parceiros