AVIAÇÃO MILITAR & DEFESA

OTAN aumentou em 30% voos próximos à Rússia

MiG-29K durante o show aéreo MAKS 2007 Foto: Dmitriy Pichugin
image_pdfimage_print

Os voos de aeronaves de reconhecimento da OTAN nos limites do espaço aéreo russo aumentaram 30% em agosto de 2020, quando comparado com o mesmo mês do ano passado. A informação é do Ministro da Defesa da Rússia, Sergei Shoigu, que confirmou 120 aeronaves militares detectadas em agosto, contra 87 no mesmo período do ano passado.

Somente entre os dias 23 de agosto e 2 de setembro, caças russos voaram dez missões para interceptar aeronaves de países da OTAN voando sobre o Mar Báltico, o Mar Negro e o Mar de Barents. Assim como acontece do outro lado, os aviões de reconhecimento não invadem o espaço aéreo, mas se mantém próximo do limite, em geral em uma faixa de distância que permite o funcionamento dos seus equipamentos de inteligência eletrônica.

A última ocorrência foi no dia 8 de setembro. Caças MiG-29 Fulcrum da Marinha da Rússia interceptaram um P-3C Orion e um Falcon 20 da Noruega sobre o Mar de Barents. De acordo com o Centro de Controle de Defesa Nacional, “os caças MiG-29 atuaram em estreito cumprimento com as regras internacionais do uso do espaço aéreo”.

VÍDEOS: Rússia X OTAN – interceptações vão dos sustos a um “joinha”

Visite a loja da Editora Rota Cultural e veja nosso acervo de
livros, edições da revista ASAS e produtos ligados à aviação!

Garanta já a sua Edição 114 de ASAS!

Promoção Fim de Ano!

Novidade! Assine ASAS também na Versão Digital!

Parceiros