AVIAÇÃO MILITAR & DEFESA

Vizinho do Brasil descarta KC-390 e vai de C-130 usado

C-130B da Força Aérea do UruguaiFoto: Força Aérea do Uruguai
image_pdfimage_print

Sem considerar a compra de aviões KC-390 fabricados no Brasil pela Embraer, o Uruguai deve receber dois C-130H Hércules usados. As aeronaves, fabricadas pela empresa norte-americana Lockheed Martin, estavam em uso na Força Aérea da Espanha. O investimento total será de 22 milhões de Euros.

LEIA TAMBÉM:
Melhor que o C-130J, KC-390 causa incômodo
KC-390 perde contrato na Nova Zelândia
KC-390 mais distante da Argentina
A República Tcheca comprará o KC-390?

A Força Aérea do Uruguai conta atualmente com um único C-130B, versão mais antiga do Hércules. Já em avançado estado de uso, o avião é utilizado intensamente em missões de transporte. Um segundo C-130B está estocado. Chegou-se a ser cogitada mais um trabalho de recuperação das aeronaves, mas o valor estimado se aproximava da oferta espanhola.

A aquisição dos C-130H pode significar também um avanço para a aviação de combate uruguaia. Os jatos A-37B Dragonfly podem ser reabastecidos em voo, mas o procedimento só é realizado quando há exercícios com países amigos, como o Brasil.

LEIA TAMBÉM: Força Aérea Uruguaia: pequena, mas bem treinada

Visite a loja da Editora Rota Cultural e veja nosso acervo de
livros, edições da revista ASAS e produtos ligados à aviação!

Promoção Relâmpago!

Novidade! Assine ASAS também na Versão Digital!

Parceiros