AVIAÇÃO MILITAR & DEFESA

Rússia leva bombardeiros para longe da Ucrânia após sofrer ataques

Tupolev Tu-95. Foto: Dmitriy Pichugin

Pelo menos seis bombardeiros russos Tu-95 Bear foram retirados da Base Aérea de Engels, a cerca de 700 km da fronteira com a Ucrânia, e levados para Primorsky Krai, a 6.000 km do cenário de guerra. Jatos Tu-22 M3 também teriam seguido o mesmo caminho.

A informação é de autoridades ucranianas, que garantem que o motivo da transferência é o temor de as aeronaves serem destruídas em ataques realizados por drones da Ucrânia. Em dezembro, foram três ofensivas contra as bases russas.

Inicialmente fora da guerra travada contra a Ucrânia, os bombardeiros russos começaram a ser empregados em missões na área a partir de outubro, em geral com o lançamento de armas de longo alcance. A resposta ucraniana foi o lançamento de ataques contra a Base Aérea de Engels com o uso de drones de reconhecimento Tu-141 Strizh modificados como plataformas de ataque.

NOVA EDIÇÃO DA ASAS! PRÉ-VENDA!

USE O CUPOM: FRETE GRÁTIS

Carrinho