AVIAÇÃO MILITAR & DEFESA

Rússia promete resposta se encontrar caças F-16 e diz já ter derrubado 444 aviões ucranianos

Su-27 russo e F-16 norte-americano após um show aéreo. Foto: Fernando Serna

A possibilidade de caças F-16 serem utilizados por forças da Ucrânia foi comentada pelo Ministro das Relações Exteriores da Rússia, Sergey Lavrov. Em entrevista ao canal RT nesta sexta-feira, o representante do governo Putin disse que haveria uma “resposta militar e técnica”.

Lavrov destacou que a Rússia conversou seriamente no Conselho de Segurança da ONU a respeito dos caças F-16. Também lembrou que o jato fabricado pela Lockheed Martin tem capacidade de transportar e lançar armamentos nucleares.

Alvos destruídos

No mesmo dia, o porta-voz do Ministério da Defesa, General Igor Konashenkov, afirmou que as forças da Rússia repeliram cinco ataques da Ucrânia entre quinta e sexta-feira, eliminando pelo menos 215 militares ucranianos e três veículos blindados. Entre os alvos destruídos estava um sistema de artilharia M777, de fabricação norte-americana.

O porta-voz acrescentou ainda números gerais sobre a atuação da Rússia no conflito. Até o momento, teriam sido 444 aviões, 238 helicópteros e 4.652 drones da Ucrânia abatidos. Entre os alvos em solo, estariam 426 sistemas de defesa antiaérea, 10.018 blindados, 1.124 lançadores múltiplos de foguetes e 5.128 peças de artilharia e morteiros.

NOVA EDIÇÃO DA ASAS!

USE O CUPOM: FRETE GRÁTIS

Carrinho